Cuidados com o pet no inverno!

O inverno já chegou e com as baixas temperaturas em todo o Brasil,  não são apenas os humanos que sofrem com o frio, os pets também podem ter sérios problemas se não cuidados da forma correta, principalmente quando se trata de animais idosos ou filhotes. Confira os Cuidados com o pet no inverno!

Embora algumas raças de fato tenham o organismo preparado para enfrentar invernos rigorosos — como São Bernardo, Samoieda, Husky siberiano, entre outras raças de clima frio —, a maior parte das raças mais populares no Brasil se adapta melhor a temperaturas mais amenas. 

Por isso, é importante adotar algumas medidas especiais durante o inverno. Além de evitar que o pet sinta frio, elas ainda ajudam a prevenir doenças, como gripe e dermatite. 

A seguir, confira alguns cuidados com o pet no inverno: 

Cuidados com o pet no inverno!

Cuidados com o pet no inverno!

Incentive seu pet a exercitar-se no inverno!

Nada de ficar o dia todo deitado! O  clima mais frio é ótimo para atividades físicas. Estimule-o, mesmo em casa, com brincadeiras interativas.

Evite passear se estiver com a temperatura muito baixa, ventando, chovendo ou garoando.

As brincadeiras ajudarão o seu animal a se movimentar, acelerando seu metabolismo, espantando o frio e fazendo com que se sinta mais confortável. Afinal, quanto mais tempo ele ficar deitado e sedentário, mais frio sentirá!

Fique atento aos sinais de hipotermia

A exposição do cachorro no frio por tempo prolongado pode provocar hipotermia. Entre os sintomas do quadro estão: hipotensão, diminuição da frequência cardíaca, falta de oxigênio, tremores, perda de consciência e rigidez muscular. Ao perceber qualquer um desses sinais, procure aquecer o pet e leve-o o quanto antes ao veterinário. 

Alguns outros sintomas são:

  • Postura encolhida: o cão eleva as costas e encolhe a cauda.
  • Tremuras: o cão levanta o pelo e começa a tremer.
  • Agitação: o cão mostra sinais claros de mal-estar. Geme ou pede para ir para casa.
  • Apatia: o cão fica mais lento, fica geralmente sonolento e sem energia.

Vacinas em dia

Manter a carteira de vacinas em dia é de extrema importância. Isso fará com que seu pet evite contrair diversas doenças, como por exemplo, a tosse dos canis. Uma doença altamente contagiosa e perigosa para animais idosos ou filhotes.

Os principais agentes causadores da gripe canina seriam a Bordetella bronchiseptica, uma importante bactéria do sistema respiratório e alguns vírus como, por exemplo, o Adenovírus e o Parainfluenza.⠀

Os principais sintomas da tosse dos canis são:⠀

👉Tosse frequente;⠀

👉Espirros;⠀

👉Secreção saindo pelo nariz, boca e olhos;⠀

👉Chiado respiratório;⠀

👉Febre;⠀

👉Pode incluir vômito de espécie de espuma gosmenta (secreção vinda do sistema respiratório).⠀

O vírus da gripe canina é altamente contagioso, transmitido de um cão doente para outro cão. ⠀

A melhor forma de prevenção é a vacinação! São necessárias 2 doses da vacina, com intervalos de 21 dias, depois uma dose anualmente.⠀Além da vacinação, tome outros cuidados com seu companheiro: mantenha-o protegido do frio, da umidade e do vento e isole os cachorros doentes.⠀

E os banhos no inverno? 

Cuidados com o pet no inverno!

Diminua a frequência de banhos no inverno que, de preferência, devem ser com água morna. Seque-o bem após o banho e não deixe que ele saia na rua até, no mínimo, 30 minutos depois.

Invista em um cardápio diferenciado para o pet no inverno

Alimentação de qualidade também é fundamental. Consulte o veterinário sobre a melhor dieta para essa época. Se a comida deles fica na geladeira, retire-a antes para não servir gelada.

Reforçar a hidratação também é importante, a dica é deixar água fresca e limpa sempre disponível.

Proporcione uma cama ou casa quentinha

É fundamental que o cão tenha um abrigo aconchegante, onde possa se proteger do frio. Para isso, garanta que ele tenha uma caminha confortável, reforçada com cobertores no inverno

Para saber se o cachorro sente muito frio durante a noite, fique atento à maneira como ele dorme. Se ele ficar encolhido, enroladinho no próprio corpo, é sinal de que está tentando se aquecer. 

Roupinha de frio para os pets

Utilizar roupinhas para pets nos dias frios pode ser fundamental para o conforto e bem-estar do amiguinho!

Veterinários indicam o uso de roupinhas para aquecê-los nesse período, por isso escolha uma confortável que o deixe à vontade e aquecido! 

Confira os modelos disponíveis na Casa Lopes!

Cuidados com o pet no inverno!

Gostou? Então corra para garantir o seu modelo! Clique aqui.

Cadastre-se e receba ofertas exclusivas

Veja também

Categorias

Espere

Cadastre-se para receber novidades e promoções exclusivas.

Abrir conversa
Olá, qual sua dúvida?